Papa nomeia conservador Dolan como novo arcebispo de Nova York

O papa Bento XVI designou o conservador Timothy Dolan novo arcebispo de Nova York, informou nesta segunda-feira o departamento de imprensa do Vaticano.

AFP |

Dolan exercia a função de arcebispo de Milwaukee, no Wisconsin, e substituiu o cardeal Edward Egan, de 76 anos, que se aposenta.

Egan deixa um dos cargos mais prestigiosos e delicados dos Estados Unidos, depois que a Igreja Católica foi sacudida há nove anos por uma série de escândalos devido às acusações de pedofilia contra vários sacerdotes.

O novo arcebispo de Nova York, de 59 anos, ordenou-se sacerdote em 1976, e foi reitor de 1994 a 2001 do influente Colégio Americano de Roma, onde é formada a hierarquia da Igreja Católica desse país.

Monsenhor Dolan protagonizou recentemente um duro confronto com a presidente da Câmara de Representantes, a democrata Nancy Pelosi, por suas posições em favor do aborto e por ter mencionado "inapropriadamente" palavras de Santo Agostinho para sua defesa.

O líder de uma das arquidioceses mais importantes do mundo católico, é considerado um teólogo ortodoxo por sua firme oposição ao aborto, ao controle de natalidade, ao divórcio e à legalização do casamento entre homossexuais, além de se negar a debater qualquer abertura do celibato dos sacerdotes.

Como arcebispo de Nova York, Dolan deverá ser designado cardeal em breve já que essa sede é tradicionalmente dirigida por um príncipe da Igreja.

kv/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG