Cidade do Vaticano, 9 mar (EFE).- O papa Bento XVI realizou hoje uma visita oficial à cidade de Roma e, em seu discurso, condenou todas as formas de intolerância e discriminação contra imigrantes.

O pontífice se reuniu com o prefeito da capital italiana, Gianni Alemanno, e disse que Roma deve continuar sendo "o farol da liberdade, da civilização moral e do desenvolvimento sustentável".

Bento XVI afirmou que a cidade é acolhedora e recebe muitas pessoas de outras culturas, nações e religiões.

Entretanto, o pontífice admitiu que a integração dos imigrantes é "difícil e complexa" em alguns casos.

"Roma saberá encontrar a força para exigir o respeito de todas as regras de convivência civil e rejeitar qualquer forma de intolerância e discriminação", disse.

Bento XVI também falou sobre a crise econômica e se mostrou preocupado com o número de pessoas que estão perdendo o emprego.

"Penso na compra ou aluguel de imóveis. É preciso fazer um esforço conjunto para ajudar todos que vivem na pobreza. A comunidade cristã já ajuda essas pessoas a manter um nível de vida digno e está disposta a ajudar as autoridades a conseguir o bem comum", disse. EFE jl/plc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.