Papa lembra a rádios católicas função de informar respeitando a realidade

Cidade do Vaticano, 20 jun (EFE).- O papa Bento XVI lembrou hoje aos responsáveis das emissoras de rádio católicas sua função de informar e entreter, mas sempre respeitando a realidade.

EFE |

Bento XVI se dirigiu aos participantes do Congresso Internacional de Rádios Católicas, que aconteceu estes dias no Vaticano, para afirmar que a rádio tem como função "informar e entreter, anunciar e denunciar", mas também formar os ouvintes no respeito à verdade e no cultivo da esperança.

Além disso, elogiou a missão consoladora da rádio, que chega "a quem está só" e também aos que "pertencem a outras religiões e nunca ouviram falar de Jesus Cristo".

O pontífice destacou o dever de "cooperação na missão apostólica" das emissoras católicas mediante "uma semeadura paciente, contínua, dia após dia, hora após hora".

Por isso, pediu às emissoras que "tornem atrativa a palavra de Deus", para "poder tocar o coração dos homens e das mulheres de nosso tempo, e participar da transformação da vida de nossos contemporâneos".

Pediu também que estas emissoras "não desanimem" diante da "concorrência com outros meios de comunicação mais ruidosos e mais poderosos". EFE ccg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG