Papa inaugura nova sede do Observatório Astronômico do Vaticano

Cidade do Vaticano, 16 set (EFE).- O papa Bento XVI inaugurou hoje, em Castelgandolfo, no sudoeste da Itáliae, a nova sede do Observatório Astronômico do Vaticano, conhecido como a Specola.

EFE |

Na cerimônia inaugural, o diretor do centro, o argentino José Gabriel Funes, disse que o objetivo do novo Observatório Astronômico é "estar na fronteira da Igreja" e "em diálogo com o mundo da ciência e da cultura".

"Estamos na fronteira da Igreja, em diálogo com o mundo da ciência e da cultura. Por um lado, estamos muito contentes por estar perto do papa e da Santa Sé, já que somos um observatório confessional. Por outro, dialogamos e colaboramos com cientistas e astrônomos de outras religiões, de outras culturas e com aqueles que não acreditam em Deus", afirmou Funes à " Rádio Vaticano" e ao "L'Osservatore Romano", o jornal da Santa Sé.

Funes, que no ano passado virou notícia ao afirmar que é possível crer em Deus e nos extraterrestres, disse hoje que "não mudou" de ideia.

No entanto, ao ser perguntado se está perto o dia em que o homem conseguirá se encontrar com os extraterrestres, o religioso não se mostrou muito confiante nesse contato.

"Embora não se possa excluir a priori essa possibilidade, acho que dificilmente será possível estabelecer um contato desse tipo.

Temos como obstáculo quase insuperável as distâncias do Universo e também a evolução do desenvolvimento científico. Basta considerar que, com a atual tecnologia, nos custa muito ir além do sistema solar", afirmou. EFE JL/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG