O Papa Bento XVI dirigiu a uma delegação judaica em Washington uma mensagem de amizade por ocasião da Páscoa judaica (Pessach), reafirmando sua vontade de continuar dialogando, após o descontentamento provocado pelo ressurgimento de uma velha oração católica pela conversão dos judeus.

"Desejo (...) reiterar o compromisso da Igreja com o diálogo que conduziu em 40 anos para uma mudança fundamental e a melhorar nossas relações", disse o Papa em uma reunião com essa delegação, um dia antes da Pessach, que começa na sexta à noite.

O Papa também se referiu ao conflito no Oriente Médio e desejou que "a misericórdia de Deus inspire novos esforços, novas atitudes e uma purificação de corações de todos os responsáveis pelo futuro da região".

A reunião em Washington e a visita prevista para sexta-feira a uma sinagoga em Nova York foram acrescentadas ao programa da viagem de seis dias de Bento XVI aos Estados Unidos.

nou/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.