Papa faz missa só para vítimas de abuso sexual na Austrália

SYDNEY (Reuters) - O papa Bento 16 fez uma missa particular para vítimas australianas de abuso sexual por parte de clérigos. O encontro, que não havia sido agendado, foi feito após o papa pedir desculpas publicamente às vítimas no fim de semana. Um grupo de vítimas participou de uma missa particular com o papa nesta manhã, disse o Vaticano em um comunicado. Com este gesto paternal, o Santo Padre quer mostrar mais uma vez o quanto se preocupa com aqueles que sofreram abusos sexuais. O pontífice pediu desculpas publicamente no sábado, véspera de sua missa ao ar livre no Dia Mundial da Juventude, em Sydney. Houve 107 condenações por abuso sexual na Igreja Católica australiana, mas grupos de vítimas dizem que pode haver milhares de outros casos.

Reuters |

O abuso sexual por integrantes do clero católico ofuscou a visita do papa a Sydney, já que a Igreja Católica australiana reabriu um caso de abuso de 25 anos atrás, dias antes da chegada do pontífice.

(Por Michael Perry)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG