Papa expressa dor por morte de jovens que iam vê-lo em Luanda

Luanda - Bento XVI expressou neste domingo seu pesar pela morte de dois jovens, ontem, em um tumulto quando pretendiam assistir no estádio Dois Coqueiros, de Luanda, ao encontro dos jovens angolanos com o Pontífice.

EFE |

O papa deu esta declaração diante de dezenas de milhares de pessoas que assistem a uma missa celebrada por ele na praça de Cimangola, em Luanda.

"Quero começar esta eucaristia com um pronunciamento particular pelos dois jovens que perderam a vida para entrar no estádio Dois Coqueiros. Eu os ponho nas mãos de Jesus para que os acolha em seu reino. Expresso minha solidariedade a seus parentes e amigos e sinto mais pesar pelo fato pelo fato de que tinham vindo me ver", afirmou o papa.

Já ontem o papa, segundo seu porta-voz, Federico Lombardi, expressara sua "dor e desconcerto" pelo acontecimento.

Lombardi acrescentou que eles não souberam da tragédia até as 20h locais (16h de Brasília), duas horas após terminar o encontro do Pontífice com os jovens angolanos, no estádio Dois Coqueiros.

Hoje, a Comissão Angolana Preparatória da visita do papa expressou seu mais "profundo pesar" às famílias das vítimas, às quais afirmou que dará "todo o apoio material e espiritual necessário".

Leia mais sobre Bento XVI

    Leia tudo sobre: bento xvi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG