Papa está reescrevendo a história, diz líder judeu alemão

O secretário-geral do Conselho Central dos Judeus da Alemanha, Stephan Kramer, se declarou na noite deste sábado triste e furioso, poucas horas depois de o Papa Bento XVI ter proclamado venerável seu antecessor Pio XII, criticado por seu silêncio durante o Holocausto.

AFP |

"Estou ao mesmo tempo triste e furioso, pois a Igreja católica está tentando reescrever a história", denunciou Kramer em entrevista à AFP.

"É uma manipulação evidente dos fatos históricos envolvendo a época nazista. Bento XVI está reescrevendo a história sem ter permitido uma discussão científica séria (sobre a atitude de Pio XII frente ao nazismo). Isso é que me deixa furioso", acrescentou o dignitário religioso.

ak/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG