Papa envia telegrama de solidaridade a Berlusconi depois da agressão

O Papa Bento XVI enviou um telegrama de solidaridade ao chefe de governo italiano, Silvio Berlusconi, agredido domingo por um homem com problemas psiquiátricos em Milão (norte), informou neste segunda-feira à AFP a assessoria de imprensa da Santa Sé.

AFP |

O Papa "lamentou a agressão" contra Berlusconi, expressando "seus melhores votos por uma pronta recuperação", declarou o padre Ciro Benedettini.

Berlusconi, de 73 anos, permanecerá no hospital mais 24 horas depois que foi ferido no rosto com uma miniatura da catedral de Milão que lhe quebrou o nariz e dois dentes.

Berlusconi recebeu numerosas manifestações de solidaridade dos principais líderes políticos nacionais, entre eles o presidente francês, Nicolas Sarkozy, o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin e o premiê inglês, Gordon Brown.

kv/lmm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG