O Papa Bento XVI advertiu nesta terça-feira durante missa celebrada em Lisboa que "nenhum poder adverso poderá destruir a Igreja", destacando a tradição católica de Portugal." /

O Papa Bento XVI advertiu nesta terça-feira durante missa celebrada em Lisboa que "nenhum poder adverso poderá destruir a Igreja", destacando a tradição católica de Portugal." /

Papa em Portugal: "Nenhum poder adverso pode destruir a Igreja"

O Papa Bento XVI advertiu nesta terça-feira durante missa celebrada em Lisboa que "nenhum poder adverso poderá destruir a Igreja", destacando a tradição católica de Portugal.

AFP |

O Papa Bento XVI advertiu nesta terça-feira durante missa celebrada em Lisboa que "nenhum poder adverso poderá destruir a Igreja", destacando a tradição católica de Portugal.

"A frase foi pronunciada durante a homilia para 70.000 pessoas na Praça do Comércio, quando estimulou os portugueses a conservar a fé.

Durante a missa, o Papa homenageou os missionários portugueses, que percorreram meio mundo para evangelizar povos.

"Hoje em dia, participando da construção da Comunidade Europeia, vocês aportam sua identidad cultural e religiosa", disse.

Saudando a vontade do clero português de "fazer de cada cristão uma presença radiante de perspectiva evangélica na família, na cultura, na economia, na política", o Papa alertou, no entanto: "às vezes nos preocupamos febrilmente com as consequências sociais, culturais e políticas da fé, tomando como base sua própria existência, o que, infelizmente, apresenta-se dia a dia menos realista".

Para ele, é preciso, então, pregar o evangelho "com vigor e alegria".

kv/lmm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG