Papa e presidente da Polônia discutem situação europeia

Líderes concordaram sobre a "importância de cuidar da vida humana em todas suas fases"

EFE |

O papa Bento 16 recebeu neste sábado em audiência o presidente da Polônia, Bronislaw Komorowski, com quem analisou a situação da Europa e concordou sobre a "importância de cuidar da vida humana em todas suas fases", informou o Vaticano.

Komorowski está em Roma para acompanhar neste domingo, no Vaticano, à proclamação como santo do beato polonês Stanislaw Soltys Kazimierczyk (1433-1489), sacerdote dos Canônicos Regulares Lateranenses.

Neste sábado, ele foi recebido pelo Pontífice, que, segundo o Vaticano, lembrou "com alegria" que neste dia é completado o 32º aniversário da escolha de João Paulo II como papa.

A reunião aconteceu em ambiente de "cordialidade", e foram analisadas as relações bilaterais e a importância do diálogo entre Igreja e Estado "para a promoção do bem comum".

"Foi reiterada a vontade recíproca das partes de continuar cooperando de maneira eficaz em âmbitos comuns, e ambos ressaltaram a importância de cuidar da vida humana em todas suas fases", assinalou o comunicado.

Após a audiência, o presidente polonês se reuniu com o secretário de estado da Santa Sé, o cardeal Tarcisio Bertone, e com o Secretário do Vaticano para Relação com os Estados, o arcebispo Dominique Mamberti.

Komorowski também participou neste sábado, na cripta da Basílica de São Pedro, onde está enterrado João Paulo II, de uma missa realizada pelo presidente da Conferência Episcopal Polonesa, o arcebispo Jozef Michalik, e cuja homilia foi pronunciada pelo cardeal da Cracóvia, que foi secretário do papa Wojtyla, Stanislaw Dziwisz.

Concluída a missa, Komorowski e sua esposa se ajoelharam, em prece, perante o túmulo de João Paulo II, no qual colocaram um ramo de flores vermelhas e brancas, as cores da bandeira polonesa. EFE JL/fm

    Leia tudo sobre: Papapolônia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG