Papa e Netanyahu falaram de como avançar no processo de paz

Nazaré (Israel), 14 mai (EFE).- O papa Bento XVI e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, analisaram hoje, durante o encontro que mantiveram em Nazaré, o processo de paz no Oriente Médio e o modo para fazê-lo avançar, afirmou o porta-voz vaticano, Federico Lombardi.

EFE |

O pontífice e Netanyahu falaram a sós durante 15 minutos, no convento dos franciscanos de Nazaré.

"Foram analisados, especialmente, os temas do processo de paz no Oriente Médio e os modos para fazê-lo avançar", disse Lombardi.

Paralelamente, uma delegação vaticana, liderada pelo secretário de Estado, cardeal Tarcisio Bertone, reuniu-se com outra israelense durante 20 minutos, para falar de temas relacionados ao acordo econômico e financeiro entre Vaticano e Israel.

Israel e a Santa Sé estabeleceram relações diplomáticas em 1993 e embora, a princípio, estava previsto um acordo para estabelecer os direitos e os deveres das comunidades católicas em território israelense a respeito de questões de impostos e propriedades, 16 anos depois, continua um objetivo não alcançado.

Nos últimos anos, houve reuniões periódicas, mas, até o momento, sem resultados, o que gerou "frustração" na Santa Sé, reconheceu o núncio (embaixador) vaticano na Terra Santa, Antonio Franco. EFE JL/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG