Papa diz que para ser digno da Eucaristia é preciso saber perdoar

Cidade do Vaticano, 21 set (EFE) - O papa Bento XVI disse hoje que, sem capacidade para perdoar, os fiéis não podem se aproximar dignamente da Eucaristia, já que não é possível se comunicar com Deus se não nos comunicamos entre nós.

EFE |

O pontífice fez a declaração durante a missa que oficiou na catedral de Albano, localidade da província de Roma, próxima à residência papal de Castelgandolfo, onde abençoou o novo altar após obras de restauração.

Bento XVI afirmou que o amor de Cristo "é a energia espiritual que une os que participam do sacrifício e se nutrem do único pão para a salvação do mundo".

Em seguida, o papa se perguntou se é possível se comunicar com Deus "se não nos comunicamos entre nós" e se apresentar perante o altar "divididos, distantes uns dos outros".

Segundo o pontífice, "é indispensável" a reconciliação fraterna "para se apresentar dignamente diante do altar".

"Que a cada vez que se aproximarem do altar para a celebração da Eucaristia se abra em vocês o ânimo de perdoar e a reconciliação fraterna, e estejam dispostos a aceitar as desculpas de todos os que lhes feriram e estejam dispostos a perdoar", destacou. EFE jl/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG