Papa diz que na Igreja também há quem trabalhe para si próprio

Cidade do Vaticano, 12 set (EFE).- O papa Bento XVI disse hoje que, assim como na sociedade civil, dentro da Igreja há muitas pessoas com responsabilidades que trabalham para si mesmas e não para a comunidade.

EFE |

A declaração do pontífice foi feita durante uma missa solene na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Durante a celebração, Bento XVI ordenou cinco novos bispos, todos eles italianos.

Na homilia, o papa lembrou ao grupo as características que o Senhor sempre pede ao "servo": fidelidade, cautela e bondade.

Ao falar da fidelidade, o pontífice disse: "Sabemos como na sociedade civil, e não raras vezes também na Igreja, se sofre pelo fato de que muitos daqueles aos quais são atribuídas responsabilidades trabalham para si próprios e não para a comunidade".

Bento XVI afirmou ainda que a cautela característica dos bispos "exige uma razão humilde, disciplinada e vigilante", que "não se deixa deslumbrar pelos preconceitos, não julga segundo os desejos e as paixões, que só procura a verdade, mesmo que a verdade seja incômoda".

"Prudência significa colocar-se a buscar a verdade e a atuar conforme ela", acrescentou.

Quanto à terceira característica, a bondade, o papa disse: "Pressupõe uma comunhão viva com Deus, uma crescente união com Ele".

EFE cps/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG