Papa diz que imagens de prazer e violência intoxicam os espíritos

O Papa Bento 16 criticou neste domingo, na missa de Pentecostes, a contaminação do coração e do espírito das pessoas, que estão especialmente intoxicadas com as imagens que mostram o prazer ou a violência.

AFP |

"Assim como existe uma contaminação da atmosfera que envenena o meio ambiente e os seres vivos, existe também uma poluição do coração e do espírito que mortifica e envenena a existência espiritual", declarou o Papa durante a missa na Basílica de São Pedro.

EFE
Bento 16 durante missa de Pentecostes, neste domingo

"Da mesma maneira que não se deve acostumar com os venenos do ar - e neste sentido o compromisso pela ecologia representa hoje uma prioridade - o mesmo deveria ser feito para o que corrompe o espírito".

"Parece, pelo contrário, que nos acostumamos sem dificultades aos muitos produtos que envenenam o coração e o espírito que circulam em nossas sociedades, como por exemplo as imagens que colocam em cena o prazer, a violência e o menosprezo pelo homem e a mulher", lamentou Bento XVI.

"Dizemos que isto é a liberdade, sem reconhecer que tudo isto contamina, intoxica a alma, em particular a das novas gerações, e termina por condicionar a própria liberdade misma", resumiu.

O Pentecostes é uma das principais festas do calendário litúrgico para os católicos, os protestantes e os ortodoxos. Celebra, no 50º dia da Páscoa, a presença do Espírito Santo diante dos apóstolos, que deu a eles o dom de ensinar a palavra de Cristo.

Leia mais sobre: Papa Bento 16

    Leia tudo sobre: bento 16bento xvi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG