Papa diz que Igreja Católica está ferida por pecados de seus membros

O papa Bento 16 disse hoje no avião que o levava de Roma a Malta que a Igreja Católica foi ferida pelos pecados de seus membros, mas que Cristo ama a instituição e a considera necessária para propagar o Evangelho, que é a verdadeira força de purificação e cura.

EFE |

As palavras do papa foram avaliadas como referência aos escândalos de padres pedófilos que sacudiram a instituição.

AP
Papa é recebido pelo presidente de Malta

Papa é recebido pelo presidente de Malta, George Abela

Em Malta, segundo dados da Igreja Católica, 45 sacerdotes foram investigados por abuso de menores. Desses, 19 foram declarados "sem fundamento", enquanto 13 seguem abertos.

Quatro sacerdotes foram submetidos a processo canônico, declarados culpados e reduzidos ao estado laical e outros dois já morreram.

Sobre se o papa se reunirá com as vítimas de pedofilia em Malta, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, afirmou que, "por enquanto", não pode confirmar nem negar que vá acontecer, "já que a estadia é muito breve e o programa muito intenso".

Lombardi afirmou que o papa sempre está disposto a este tipo de reuniões, como já fez nos Estados Unidos e na Austrália, "mas sempre em um clima de recolhimento, discrição, não sob a pressão da imprensa".

Leia também:

Leia mais sobre Igreja Católica  e Vaticano

    Leia tudo sobre: papapedofilia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG