Papa diz que homem não pode eliminar totalmente o sofrimento do mundo

Cidade do Vaticano, 21 jun (EFE).- Bento XVI visitou hoje, em San Giovanni Rotondo (sul da Itália), o hospital fundado por São Pio de Pieltrecina, e afirmou na ocasião que o homem não pode eliminar totalmente o sofrimento do mundo, já que esse sentimento - disse - deriva do poder do mal, que só Deus pode eliminar.

EFE |

Diante de doentes e funcionários do hospital "Casa de Alívio do Sofrimento", o papa expressou que nos hospitais se vê a fragilidade do ser humano. Vendo a doença, o homem se pergunta "Por que sofremos?", "É positiva a experiência do dor?", "Quem pode nos libertar do sofrimento e da morte?", declarou Bento XVI.

"São perguntas existenciais, que ficam na maior parte das vezes sem resposta, porque o sofrimento constitui um enigma indecifrável para a razão. O sofrimento faz parte do mistério do ser humano", completou o pontífice.

O bispo de Roma acrescentou que os homens têm de fazer "todo o possível" para aliviar o sofrimento, mas assegurou que eliminá-lo completamente do mundo "não está em mãos" humanas.

"E não está em nossas possibilidades simplesmente porque nenhum de nós está capacitado para eliminar o poder do mal, que é a fonte do sofrimento. Só Deus pode eliminar o poder do mal", reforçou Bento XVI.

Após visitar o hospital, o bispo de Roma se reuniu com jovens, a quem pediu que rezassem e expressou preocupação com o desemprego que afeta "de maneira dramática" essa faixa etária da sociedade, e que no sul da Itália, onde está San Giovanni Rotondo, é o dobro do resto do país.

"Sei dos vossos problemas, especialmente o do desemprego, que pode acabar afogando vossos entusiasmos típicos de juventude.

Mantenha o ânimo, pois a igreja não os abandona. Precisa da vossa contribuição para construir comunidades cristãs vivas e sociedades mais justas e abertas à esperança", afirmou.

O encontro com os jovens foi o último ato da visita que Bento XVI fez hoje ao santuário onde estão depositados os restos de São Pio de Pieltrecina, famoso santo conhecido como "o frade dos estigmas", venerado por milhões de pessoas em todo o mundo. EFE JL/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG