Papa diz que Deus pune culpa, mas protege pecadores

Cidade do Vaticano, 2 set (EFE).- O papa Bento XVI disse hoje, na Praça de São Pedro, que Deus castiga a culpa, mas protege os pecadores, já que os homens sabem dizer não aos vícios do mundo e têm coragem para uma mudança radical de vida.

EFE |

Durante a tradicional audiência das quartas-feiras, realizada diante de 8.000 pessoas, o pontífice também se referiu a Santo Odon, seguidor de São Martinho e segundo abade de Cluny.

"Humildade, austeridade, distância das coisas efêmeras e adesão às que são eternas", disse o papa sobre as características do santo.

Em sua primeira audiência no mês de setembro, Bento XVI retomou a catequese dedicada aos grandes escritores da Idade Média, com os quais é possível "entender o que significa ser cristão".

O pontífice também propôs aos fiéis laicos que "adotem as doutrinas deles e avancem com passo diligente sobre o caminho da perfeição cristã".

Ainda sobre Santo Odon, o papa definiu-o como "um verdadeiro guia espiritual, tanto para os mosteiros como para os fiéis e seu tempo".

EFE cps/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG