Papa diz que Deus jamais atua contra a liberdade do homem

Castelgandolfo (Itália), 12 ago (EFE).- O papa Bento XVI assegurou hoje que Deus jamais atua contra a liberdade do ser humano e que prova disso é que, quando decidiu se fazer homem em seu Filho, precisava do sim de Nossa Senhora e esperou esse sim.

EFE |

O pontífice deu tal declaração diante de quatro mil pessoas que assistiram no pátio da residência papal de Castelgandolfo, a 30 quilômetros de Roma, à audiência pública das quartas-feiras, na qual analisou a figura de Maria, diante da celebração da Assunção de Nossa Senhora no próximo dia 15.

Segundo o papa, "Maria é real e profundamente envolvida no mistério da Encarnação, de nossa salvação", e lembrou que o Concílio Vaticano II convida a ver Nossa Senhora como "modelo perfeito da própria existência".

No dia 15, Bento XVI segue para a igreja paroquial de São Tomás de Vilanova, em Castelgandolfo, para celebrar a missa na festa da Assunção de Nossa Senhora. EFE jl/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG