Papa condena violência no Líbano e pede diálogo

O papa Bento XVI condenou neste domingo os confrontos armados no Líbano e exortou os libaneses ao diálogo, abandonando a violência que conduz o país ao irreparável, em um pronunciamento feito na Praça São Pedro do Vaticano.

AFP |

"Exorto os libaneses a abandonar os enfrentamentos que estão levando esse querido país ao irreparável. O diálogo e a compreensão mútua constituem a única via que pode restituir a dignidade e a segurança à população", declarou o Papa diante de milhares de fiéis reunidos na Praça São Pedro.

"O Líbano deve saber responder com coragem a sua vocação de ser, para o Oriente Médio e para o mundo, o símbolo de uma coexistência pacífica entre as diferentes comunidades", concluiu o Papa.

ema/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG