Papa condena violência em Gaza e pede ímpeto de humanismo

O Papa Bento XVI condenou neste domingo a violência entre Israel e os palestinos do Hamas, pedindo um ímpeto de humanismo e de sabedoria por parte de todos os que têm alguma responsabilidade nesta situação trágica no Oriente Médio.

AFP |

"Rogo pelo fim desta violência que deve ser condenada em todas as suas manifestações e pelo restabelecimento da trágua na Faixa de Gaza. Peço um ímpeto de humanismo e de sabedoria por parte de todos os que têm alguma responsabilidade nesta situação", afirmou durante a benção dominical do Angelus.

"Peço à comunidade internacional que faça todo o possível para ajudar os israelenses e os palestinos neste beco sem saída e que não se resigne, como o disse há dois dias na mensagem 'Urbi et Orbi', a um mecanismo perverso de confrontação e violência, mas que dê prioridade à via do diálogo e às negociações", acrescentou o Sumo Pontífice.

ljm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG