Cidade do Vaticano, 16 mai (EFE) - O papa Bento XVI condenou hoje o que qualificou de detestável tráfico de mulheres e crianças, assim como o fenômeno da prostituição observado na Tailândia, ao receber os representantes da Conferência episcopal deste país.

Bento XVI expressou a preocupação da Igreja do país pelo "flagelo do tráfico de mulheres e crianças, e a prostituição", e acrescentou que "a pobreza é, sem dúvida, a base destes fenômenos".

"Esta detestável exploração humana deve ser enfrentada com eficácia", disse o pontífice.

A "banalização da sexualidade na imprensa e na indústria do entretenimento" provoca "o declive dos valores morais e conduz à degradação de mulheres, ao enfraquecimento da fidelidade no casamento e ao abuso de crianças", disse. EFE ccg/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.