Cidade do Vaticano, 30 mar (EFE).- O papa Bento XVI enviou hoje um telegrama de pesar ao presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, no qual expressa sua profunda dor pelos ferozes atentados cometidos ontem no metrô de Moscou, deixando pelo menos 39 mortos.

"Conhecida a notícia dos atentados ocorridos no metrô de Moscou, expresso profunda dor e firme reprovação aos ferozes atos de violência", diz o papa em sua mensagem, enviado ao núncio na Rússia, Antonio Mennini, para que seja entregue a Medvedev, informou o Vaticano.

O pontífice manifesta sua "solidariedade, proximidade espiritual e pesar" aos familiares das vítimas e assegura que dedica suas preces às "vidas interrompidas". EFE JL/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.