Papa condena qualquer forma de aborto durante visita à África

O Papa Bento XVI condenou nesta sexta-feira todas as formas de aborto, ao mesmo tempo em que pediu à África que erradique de uma vez por todas a corrupção, durante um discurso na sede da presidência angolana em Luanda.

AFP |

"Como é amarga a ironia daqueles que promovem o aborto entre as curas para a saúde materna. É desconcertante a tese daqueles que acreditam que a eliminação da vida é um assunto de saúde reprodutiva", disse o pontífice, durante um encontro na sede da presidência com o chefe de Estado angolano, Eduardo dos Santos.

Bento XVI reiterou sua condenação total ao aborto e mencionou o artigo 14 do Protocolo de Maputo, carta sobre os Direitos da Mulher na África, que entrou em vigor em 2005 e foi ratificada pelos 20 Estados membros.

O artigo se refere ao aborto como um dos métodos para regulamentar as políticas reprodutivas.

nou-chp/sd/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG