Papa conclama cristãos a trabalharem pela paz

O Papa Bento XVI lamentou neste domingo, a poucos dias do Natal, a ausência de uma paz confirmada e estável em Belém, e conclamou os cristãos a se tornarem mensageiros da paz, principalmente nesta cidade simbólica.

AFP |

"Belém é uma cidade simbólica da paz na Terra Santa e no mundo inteiro", declarou o Papa antes da oração do Ângelus, referindo-se à cidade palestina onde Jesus nasceu, segundo a tradição cristã.

"Infelizmente, Belém não representa hoje uma paz confirmada e estável, mas uma paz dificilmente buscada e esperada", lamentou, referindo-se às negociações entre Israel e os palestinos.

"Deus não se conforma com esta situação. Por este motivo, o mistério do Natal, uma profecia de paz para todos os homens, acontecerá novamente na Igreja, em Belém e em todo o mundo", acrescentou Bento XVI.

O Papa incentivou os fiéis a se unirem contra qualquer forma de conflito "para se tornarem instrumentos e mensageiros da paz em todas as partes do mundo, para levar o amor onde está o ódio, o perdão onde está a ofensa, a alegria onde está tristeza e a verdade onde está o erro".

asl/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG