Papa coloca João Paulo 2º e Pio 12 mais perto da canonização

O papa Bento 16 assinou neste sábado decretos que reconhecem as virtudes heróicas dos papas João Paulo 2º e Pio 12 colocando, assim, os dois pontífices mais perto da canonização. O reconhecimento das virtudes heroicas abre caminho para a beatificação e, posterirmente, a canonização, que é quando o papa declara que um beato é santo.

BBC Brasil |

Com a medida do Vaticano, os dois papas terão agora o título de "veneráveis".

O processo de beatificação de Pio 12 tem gerado críticas, especialmente por parte de grupos judaicos. Pio 12 foi papa durante a Segunda Guerra Mundial, e alguns grupos o acusam de não ter feito o suficiente para impedir a morte de judeus no Holocausto.

O Vaticano, no entanto, defende Pio 12 e afirma que ele salvou muitos judeus da morte ao escondê-los em instituições em Roma e outras cidades.

"Mediante este decreto, o papa diz que Pio 12 é uma pessoa que devemos admirar e reconhecer como um modelo das virtudes cristas. É muito importante que a Igreja faça oficialmente essa apreciação de um papa que guiou a Igreja em momentos difíceis", disse à BBC o diretor de imprensa do Vaticano, Federico Lombardi.

João Paulo 2º
João Paulo 2º, papa que antecedeu Bento 16, morreu em 2005 depois de 27 anos de pontificado.

Muitos reconhecem o esforço de João Paulo 2º pelo fim do comunismo na Europa, especialmente na Polônia, sua terra natal.

Para o processo de beatificação, é necessário o reconhecimento de um milagre, o que se espera que ocorra no próximo ano.

No caso de João Paulo 2º, o milagre seria a cura de uma freira francesa com mal de Parkinson. Caso Bento 16 aprove esse milagre, João Paulo 2º poderá ser beatificado, o último passo antes da canonização.

Também neste sábado, o papa Bento 16 aprovou o segundo milagre atribuído à australiana Mary Mackillop, abrindo caminho para que seja declarada santa. Mackillop morreu em 1909 e foi beatificada por João Paulo 2º em 1995. Espera-se que ela seja canonizada no próximo ano.

    Leia tudo sobre: joão paulo 2º

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG