ferida da sociedade - Mundo - iG" /

Papa classifica aborto de ferida da sociedade

O Papa Bento XVI classificou nesta segunda-feira como uma ferida para a sociedade a legalização do aborto, ao mencionar a lei adotada há 30 anos na Itália a favor da interrupção voluntária da gravidez.

AFP |

"Temos que reconhecer que hoje em dia é difícil defender a vida porque se tem criado pouco a pouco uma mentalidade que envelhece seu valor", afirmou o Papa ao receber, no Vaticano, representantes do "Movimento pela vida".

"Ter autorizado o recurso da interrupção voluntária da gravidez não resolveu os problemas das mulheres que sofrem e provocou uma ferida em nossa sociedade", acrescentou Bento XVI.

Para o líder da Igreja católica, a ausência de leis que favoreçam a gravidez e a falta de empregos estáveis explicam "a sufocação do amor profundo" e "uma desconfiança crescente para o futuro".

O Papa apelou às instituições católicas para que priorizem a luta pela defesa da vida e da família.

Os defensores da lei que legalizou em 1978 o aborto na Itália recordaram nesta segunda-feira que o número de abortos diminuiu notavelmente desde sua legalização.

Segundo dados oficiais do ministério da Saúde, o número de abortos no país caiu de 131.018 em 2003 para 127.038 em 2007, uma redução de 3%.

Os abortos clandestinos também foram reduzidos e calcula-se que chegam a 15.000 ao ano.

bur-kv/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG