Papa celebrará missa na França para mais de 150 mil fiéis

Paris, 18 jun (EFE).- A primeira visita do papa Bento XVI à França, que acontecerá entre os dias 12 e 15 de setembro, incluirá uma missa para 150 mil pessoas na Esplanada dos Inválidos de Paris e uma visita de dois dias ao santuário de Lourdes, detalharam hoje os organizadores.

EFE |

Durante sua viagem à França, a nona que faz ao exterior desde que se tornou papa em 2005, Bento XVI se reunirá no Palácio do Eliseu com o presidente francês, Nicolas Sarkozy.

O pontífice visitará depois a catedral de Notre-Dame onde, após a missa, falará para jovens reunidos na parte externa.

Na manhã do dia 13, realizará uma missa na Esplanada dos Inválidos que poderá ser acompanhada através de telões. A Conferência Episcopal francesa espera que cerca de 150 mil pessoas presenciem a cerimônia.

Depois, o papa viajará de Paris à Lourdes de helicóptero, onde visitará a igreja do Sagrado Coração e o calabouço no qual viveu a família Soubirous.

Bento XVI irá depois ao santuário de Nossa Senhora de Lourdes, onde visitará a Gruta das Aparições, antes de se dirigir aos peregrinos.

A visita do pontífice ao local, descrita pela Igreja francesa como "ponto culminante" de sua viagem, no ano em que se comemora o 150º aniversário das aparições de Nossa Senhora à menina Bernadette Soubirous, continuará no dia 14.

Por ocasião da festividade de Nossa Senhora das Dores, Joseph Ratzinger realizará uma missa na presença de fiéis doentes, na esplanada da Basílica de Notre-Dame do Rosário, antes de retornar a Roma.

A última visita à França do cardeal Ratzinger, antes de ser eleito papa, aconteceu em junho 2004, em ocasião do 60º aniversário do desembarque das tropas aliadas na Normandia, na Segunda Guerra Mundial. EFE jaf/bm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG