O Papa Bento XVI cantou uma ode pela paz ao lado de um rabino e de um imã muçulmano e entoou Salam, Shalom durante um encontro nesta quinta-feira com os líderes religiosos da Galileia no auditório do santuário da Anunciação de Nazaré.

Com este gesto simbólico e fora de programa foi concluído o encontro com os líderes religiosos da Galileia.

A ode conjunta pela paz foi proposta por um rabino que entoou o canto da paz.

Em um discurso poucos minutos antes, o Papa pediu a todas as religiões que "protejam as crianças do fanatismo e da violência".

"Os cristãos se unem aos judeus, muçulmanos, drusos e outras religiões com o desejo de proteger as crinaçs do fanatismo e da violência e de prepará-los para ser construtores de um mundo melhor", declarou o Papa.

"A Galileia é uma terra conhecida por sua diversidade religiosa e étnica. É a terra de um povo que conhece os esforços para obter uma convivência harmoniosa", completou.

"Nossas tradições religiosas diferentes têm a força de promover uma cultura de paz".

kv/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.