Cidade do Vaticano, 19 abr (EFE).- O papa Bento XVI voltou a dizer que nunca se sente só e, por ocasião de seus 82 anos e do quarto aniversário de seu Pontificado, que é lembrado neste domingo, agradeceu os gestos de afeto e espiritualidade demonstrados nos últimos dias.

"Como tive a chance de afirmar recentemente, nunca me sinto só.

Além do mais, nesta particular semana, que para a liturgia constitui um só dia, experimentei a comunhão que me rodeia e me sustenta: uma solidariedade espiritual, nutrida essencialmente de orações, que se manifesta de mil maneiras", disse o Pontífice.

"Dos meus colaboradores da Cúria Romana às paróquias geograficamente mais distantes, nós, os católicos, formamos e devemos nos sentir como uma só família, encorajada pelos mesmos sentimentos característicos da primeira comunidade cristã", afirmou Bento XVI durante o Regina Coeli, a reza que substitui o Ângelus na época da Páscoa.

Na residência papal de Castelgandolfo, perto de Roma, Bento XVI pôde ouvir os fiéis cantando "Parabéns pra Você" pelos seus 82 anos, comemorados na quinta-feira.

"Desejo, além disso, expressar um agradecimento muito cordial a todos aqueles que quiseram fazer chegar a mim um sinal de afeto e proximidade espiritual nestes dias, seja pelas festas pascoais, pelo meu aniversário, como também pelo quarto aniversário da minha escolha para a Cátedra de Pedro, que é lembrado hoje", disse o papa.

Bento XVI também enviou uma "cordial saudação e calorosas felicitações aos irmãos e irmãs das Igrejas Orientais", que hoje celebram a Páscoa. EFE mcs/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.