Papa Bento XVI é recebido com hinos e salva de tiros na Casa Branca

Washington, 16 abr (EFE).- O papa Bento XVI, o primeiro pontífice a visitar a Casa Branca em quase três décadas, foi recebido na sede da Presidência dos Estados Unidos com hinos nacionais e uma salva de 21 tiros de canhão.

EFE |

Apesar de o pontífice ter chegado nesta terça-feira na capital americana, a cerimônia formal de boas-vindas acontece hoje nos jardins da Casa Branca, onde se concentraram cerca de 15.000 fiéis que queriam ver Bento XVI, que hoje completa 81 anos.

Em um momento determinado, um grupo de fiéis cantou de forma espontânea o "feliz aniversário" ao Papa, que, sorridente, ficou de pé e acenou com a mão.

A grande aglomeração provocada pela presença de Bento XVI contrasta com as cerca de 7.000 pessoas que comparaceram no ano passado durante a visita da rainha Elizabeth II da Inglaterra.

Também estão na cerimônia na Casa Branca, o presidente americano, George W. Bush, e sua esposa, Laura Bush, a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, e a presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi.

Uma banda da Infantaria da Marinha interpretou os hinos nacionais dos Estados Unidos e da Cidade do Vaticano, e depois houve uma salva de 21 tiros de canhão, além da atuação da soprano Kathleen Battle, que cantou o Pai-nosso.

A Casa Branca organizou, por causa do aniversário do papa, um jantar em sua honra esta noite, à qual estão convidados líderes católicos e amigos, e que terá - em homenagem às origens alemães de Bento XVI - um menu de estilo bávaro.

O convidado de honra, no entanto, não estará presente. Bento XVI deve estar na mesma hora em uma reunião com a Conferência Episcopal americana na Basílica do Santuário Nacional da Imaculada Conceição, em Washington. EFE pgp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG