Papa Bento XVI chega aos EUA; visita vai durar cinco dias

Washington, 15 abr (EFE).- O papa Bento XVI chegou hoje, por volta das 17h (de Brasília), à base aérea de Andrews, nos arredores de Washington, para uma visita de cinco dias à capital americana e a Nova York.

EFE |

Aguardando o pouso da aeronave, batizada de "Shepherd One" pelos meios de comunicação americanos, estavam o presidente dos Estados Unios, George W. Bush; sua mulher, Laura; e Jenna, uma das filhas do casal.

Ainda dentro do avião papal, Bento XVI foi recebido pelo núncio apostólico em Washington, Pietro Sambi, e pela chefe de protocolo do Departamento de Estado americano, Nancy Brinker.

Ao descer as escadas, o papa cumprimentou com um aperto de mão o presidente americano - vestido com um terno preto, blusa social branca e gravata azul - e a primeira-dama - que usava um tailleur também preto.

Jenna, também com um vestido preto, por um momento hesitou ao fazer uma deferência ao papa antes de lhe estender a mão.

Perante os aplausos de dezenas de pessoas, entre as que se encontravam alunos de uma escola católica, e após alguns minutos de descansando no da base, Bento XVI e sua comitiva seguiram em um comboio de limusines até a Nunciatura, onde o pontífice ficará instalado durante sua estada em Washington.

Esta foi a primeira vez que Bush recebeu uma autoridade estrangeira na base de Andrews.

Segundo a porta-voz da Presidência Dana Perino, no histórico de visitas de outros pontífices ao país, ficou caracterizado como "costume receber o papa em seu ponto de chegada aos Estados Unidos, seja este qual for", razão pela a recepção Bento XVI aconteceu em Andrews.

Amanhã, o pontífice participará de uma cerimônia de boas-vindas nos jardins da Casa Branca, para a qual são esperadas entre 9.000 e 12.000 pessoas. Depois, o líder da Igreja Católica vai se reunir com Bush no Salão Oval.

À tarde, o papa, que completa 81 anos nesta quarta, participará da Conferência Episcopal americana, enquanto a Casa Branca oferecerá um jantar em sua homenagem com a presença confirmada de vários líderes católicos.

Já na quinta-feira, Bento XVI celebrará uma missa em um estádio de beisebol, diante de aproximadamente 45.000 pessoas. Em seguida, terá um encontro com personalidades do mundo universitário católico e com representantes de outras religiões.

No dia seguinte, o pontífice partirá para Nova York, onde visitará a sede da ONU e o "Marco Zero", onde ficavam as torres gêmeas destruídas nos atentados de 11 de setembro de 2001.

Antes de encerrar sua visita, em 20 de abril, Bento XVI vai celebrar outra missa em um estádio de beisebol, desta vez no do Yankees. EFE mv/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG