O papa Bento XVI acompanha com preocupação a situação na região separatista georgiana da Ossétia do Sul, afirmou neste sábado o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, em declarações a Rádio Vaticana.

Lombardi acrescentou que é possível que o pontífice realize neste domingo, durante a reza do Ângelus, uma chamada para o fim dos enfrentamentos entre a Rússia e a Geórgia por causa da Ossétia do Sul.

"Estamos todos muito atingidos por este assunto", disse o porta-voz vaticano, que expressou sua esperança em que "a sensatez e a vontade de paz possam prevalecer frente ao uso das armas, que não podem nunca ser uma solução para construir a paz".

Bento XVI realizará a reza do Ângelus na catedral da localidade italiana de Bressanone, onde está passando alguns dias de férias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.