Papa Bento 16 visita sinagoga em Nova York

O papa Bento 16 visitou na tarde desta sexta-feira a sinagoga de Park East, em Nova York, como parte da programação da viagem de seis dias que realiza pelos Estados Unidos. O pontífice é o primeiro líder da Igreja Católica a visitar uma sinagoga no país.

BBC Brasil |

Bento 16 foi recebido pelo rabino Arthur Schneier, um sobrevivente do Holocausto, durante a visita, realizada poucas horas antes do início do Pessach, a Páscoa judaica.

O papa ressaltou a contribuição da comunidade judaica a Nova York.

"E eu incentivo todos vocês a continuar construindo pontes de amizade com todos os diferentes grupos étnicos e religiosos presentes em sua vizinhança", disse o pontífice.

Depois da visita, Bento 16 participou de um encontro com líderes de outras denominações cristãs.

Discurso na ONU
Na manhã desta sexta-feira, o papa fez um discurso na sede das Nações Unidas, em Nova York, e disse que os países têm obrigação de proteger seus cidadãos de abusos de direitos humanos.

"Todo Estado tem a obrigação primordial de proteger a sua própria população de graves e continuadas violações de direitos humanos", disse Bento 16, que é o terceiro papa a discursar na ONU.

"Se os Estados não forem capazes de garantir tal proteção, a comunidade internacional precisa intervir com os meios jurídicos garantidos pela Carta das Nações Unidas."
Bento 16 acrescentou que o respeito aos direitos humanos é a chave para se resolver muitos dos problemas do mundo e ressaltou que a cooperação internacional está sendo ameaçada pelas "decisões de poucos".

O papa iniciou sua visita aos Estados Unidos na terça-feira, em Washington.

Em Nova York, a agenda do papa incluirá ainda a celebração de uma missa em um estádio e uma visita ao local dos ataques de 11 de setembro de 2001.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG