Cidade do Vaticano, 27 dez (EFE).- O papa Bento XVI foi hoje à comunidade de SantEgidio, em Roma, para almoçar com 150 pessoas pobres, em sua primeira saída do Vaticano após o acidente na Missa do Galo, em que foi empurrado e jogado no chão por uma mulher que saltou uma cerca da Basílica de São Pedro.

Apesar do cordão de segurança em volta do papa, Bento XVI se aproximou dos presentes, entre eles muitas crianças, para saudá-los.

O papa foi muito aplaudido e respondeu sorrindo, cumprimentando e trocando algumas palavras com os presentes, em um ambiente de cordialidade e alegria.

Bento XVI foi recebido pelo fundador de Sant'Egidio, Andrea Riccardi, que o acompanhou até o refeitório da organização humanitária católica.

"Vim para dizer que me sinto próximo de vocês, que amo todos vocês e que a Igreja leva os mais pobres em seu coração", afirmou o papa.

"Neste momento de dificuldades econômicas, todos devem ser testemunhas de esperança, rejeitando as tentações de um egoísmo que só traz tristeza e alegrias efêmeras e deixa os corações vazios", acrescentou o papa, que defendeu que ninguém seja marginalizado, abandonado ou deixado só. EFE jl/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.