Papa afirma que força do direito pode ser injusta

Cidade do Vaticano, 2 (Out).- O papa Bento XVI afirmou hoje que a força do direito pode se transformar em uma injustiça, em discurso no qual se referiu também à praga da violência e do terrorismo.

EFE |

O pontífice recebeu em audiência um grupo de bispos e religiosos da Ásia Central.

"São registradas em quase todas as partes do mundo fenômenos preocupantes, que colocam em sério perigo a segurança e a paz.

Refiro-me, em particular, à praga da violência e do terrorismo, à extensão do extremismo e do fundamentalismo", declarou.

Para o papa "é necessário resistir a tais pragas com intervenções legislativas", mas disse que "a força do direito jamais pode se transformar em injustiça. Nem pode ser limitado o livre exercício da religião".

Ao falar da liberdade religiosa, Bento XVI afirmou que "professar a própria fé livremente é um dos direitos fundamentais e universalmente reconhecidos". EFE cps/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG