Papa afirma que a Europa pode renascer a partir das raízes cristãs

Cidade do Vaticano, 11 jun (EFE).- O papa Bento XVI afirmou que a Europa pode renascer a partir das raízes cristãs, durante a audiência geral de hoje realizada na Praça de São Pedro do Vaticano, e que foi dedicada à figura de São Columbano.

EFE |

O pontífice detalhou em sua catequese de hoje a vida de São Columbano, monge nascido na Irlanda no século VI, e que dedicou sua vida a evangelizar o continente europeu contra o paganismo.

"São Columbano gastou todas suas energias para alimentar as raízes cristãs na Europa que estava nascendo, e seu exemplo nos mostra também hoje em dia as raízes das quais pode renascer nossa Europa", disse.

O papa lembrou que São Columbano foi fundador de mosteiros na França, Suíça e Itália, e dedicou sua vida a um intenso trabalho missionária no que ele chamou, pela primeira vez, de "Toda a Europa".

Essa evangelização, disse Bento XVI, aconteceu em um período no qual "amplas áreas cristianizadas tinha voltado ao paganismo, por causa da emigração de povos vindos do norte e do leste".

Das contribuições de São Columbano à Igreja Católica, o papa destacou que "introduziu no Continente a prática da confissão privada e a penitência, que devia ser proporcional à gravidade do pecado", assim como "uma firme ligação à conversão e ao desapego às coisas terrenas". EFE ccg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG