Papa acusa seitas de confundir católicos

Papa Bento XVI acusou as seitas e o secularismo de serem fonte de confusão para muitos católicos, especialmente os hondurenhos, após terem recebido nesta quinta-feira, no Vaticano, os bispos deste país centro-americano.

AFP |

"Como ocorre em outros países, a propagação do secularismo, assim como o proselitismo das seitas, é fonte de confusão para muitos fiéis, e também provoca uma perda do sentimento de pertencimento da Igreja", lamentou o Papa ante os prelados hondurenhos, que celebraram a tradicional visita "ad limina" ao Vaticano, que ocorre de cinco em cinco anos.

Em sua mensagem, entregue em espanhol, o pontífice convidou a Igreja hondurenha a continuar o trabalho para ajudar os "mais necessitados", embora reconheça "as enormes dificuldades que se opõem a sua missão pastoral", disse.

"Eu sei o quanto os aflige a pobreza em que vivem tantos dos seus compatriotas, junto à escalada de violência, migrações, destruição ambiental, corrupção ou de lacunas nas áreas da educação, entre outros graves problemas", admitiu o Papa.

Se dirigindo ao cardeal Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga, arcebispo de Tegucigalpa, Bento XVI elogiou o "o intenso trabalho de ajuda aos necessitados" da Igreja desse país.

kv/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG