O Papa Bento XVI aceitou nesta quinta-feira a renúncia do bispo irlandês Joseph Duffy, que admitiu ter acobertado no passado um caso de pedofilia em seu país." /

O Papa Bento XVI aceitou nesta quinta-feira a renúncia do bispo irlandês Joseph Duffy, que admitiu ter acobertado no passado um caso de pedofilia em seu país." /

Papa aceita renúncia de outro bispo irlandês por casos de pedofilia

O Papa Bento XVI aceitou nesta quinta-feira a renúncia do bispo irlandês Joseph Duffy, que admitiu ter acobertado no passado um caso de pedofilia em seu país.

AFP |

O Papa Bento XVI aceitou nesta quinta-feira a renúncia do bispo irlandês Joseph Duffy, que admitiu ter acobertado no passado um caso de pedofilia em seu país.

A renúncia foi aceita oficialmente por motivos de idade, já que o bispo, de 76 anos, supera o limite de idade para a aposentadoria (75 anos), segundo informou a assessoria de imprensa do Vaticano.

Duffy, da localidade irlandesa de Clogher, reconheceu, em março passado, que não quis denunciar no final da década de 80 um sacerdote acusado de pedofilia a pedido dos pais das vítimas.

O bispo fez parte de um grupo de religiosos desse país recebidos em fevereiro pelo Papa no Papa no Vaticano depois da publicação de dois informes oficiais que revelavam o acobertamento por parte da hierarquia da Igreja católica desse país de inúmeros abusos sexuais cometidos por sacerdotes contra crianças.

Com a nova renúncia, Bento XVI prossegue com a limpeza da Igreja da Irlanda depois dos escândalos que explodiram no final do ano e que provocaram a primeira carta pública de desculpas de um pontífice.

Bento XVI também aceitou a renúncia do bispo da arquidiocese de Derry, Francis Lagan, que se aposenta por superar os 75 anos.

Até agora, seis bispos e auxiliares irlandeses envolvidos nas investigações apresentaram renúncia a seus cargos, dos quais quatro já foram aceitas pelo Papa.

bur-kv/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG