Um engenheiro em informática francês desenvolveu um trabalho artístico usando uma técnica fotográfica que permite captar imagens de 360 por 180 graus de monumentos, ruas ou áreas geográficas e seus arredores e representá-las em imagens planas, semelhantes à planetas.

Alexandre Duret-Lutz, professor da Escola de Engenheiros em Informática (Epita, na sigla em francês) em Paris, disse que usa a técnica conhecida como projeção estereográfica, em que todas as imagens colhidas em um círculo horizontal completo e um semi-círculo vertical em torno e acima do fotógrafo são projetadas em uma tela plana.


Fotógrafo aplicou técnica na região da Torre Eiffel, em Paris

Em entrevista à BBC Brasil, Duret-Lutz afirmou ter iniciado o trabalho há três anos.

O engenheiro em informática já criou centenas de "pequenos planetas" com imagens dos lugares mais variados. Entre eles, a Torre Eiffel, avenidas e jardins em Paris, além de igrejas e praças de pequenas cidades do interior da França.

Vários planetas também foram criados com imagens da natureza, como campos, praias e montanhas.

"Para criar imagens de 360 por 180 graus, é preciso tirar fotos em todas as direções, incluindo o céu e o solo, para poder reconstruir a esfera", afirma.

"Dê uma volta e olhe ao redor. Você pode ver o ambiente em 360 graus horizontalmente. Você também precisa considerar a dimensão vertical. A cobertura de 180 graus vertical é feita a partir do ponto no céu acima de você até o ponto logo abaixo", diz Duret-Lutz.

Duret-Lutz afirma proceder em duas etapas. Primeiro, ele fotografa a vista ao seu redor horizontalmente e em arco vertical.

Depois ele monta, digitalmente, um panorama, distorcendo e juntando as fotos colhidas. Na última fase, ele converte o panorama em "planetas", usando um software especial.

Leia mais sobre fotografia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.