Pandemia de gripe suína pode durar até 2 anos

A pandemia de influenza A (H1N1), novo nome para a gripe suína, irá durar por um período de um ou dois anos, de acordo com o secretário-geral adjunto da Organização Mundial de Saúde (OMS), Keiji Fukuda. Por um período de um a dois anos o vírus estará circulando pelo mundo, infectando pessoas de maneira pandêmica, disse Fukuda.

Agência Estado |


O secretário fez as declarações após a OMS ter declarado a primeira epidemia global de gripe em 41 anos pelo vírus A(H1N1), que já infectou milhares de pessoas em 74 países. A decisão foi motivada pelo aumento dos casos de infecção pelo vírus.

A OMS também informou que os fabricantes de vacina devem continuar a produzir doses para proteger a população contra a gripe comum, um processo que irá levar mais duas semanas, e então começar a produzir uma vacina para combater o vírus da gripe suína.

Os laboratórios agora já receberam a semente do vírus - o que irá permitir que comecem então a desenvolver a vacina. As primeiras doses da vacina contra a pandemia podem estar disponíveis em setembro, mas o suprimento será limitado, disse Margaret Chan, diretora-geral da OMS, durante coletiva de imprensa.

Um "número muito pequeno" de companhias já começaram a produzir a vacina e outras irão entrar no processo nas próximas duas semanas, disse Chan.

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripesuina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG