Pandas chineses chegam a Taiwan como símbolo de aproximação

Dois ursos panda gigantes chegaram a Taiwan nesta terça-feira procedentes do sudoeste da China, como embaixadores da boa vontade em um ato que marca a aproximação entre a ilha nacionalista e a China comunista.

AFP |

Os pandas, "Tuan Tuan" e "Yuan Yuan," de quatro anos, desembarcaram no aeroporto de Taoyuan depois de um vôo de mais de duas horas e meia desde Chengdu, capital da província chinesa de Sichuan.

Após um período de quarentena, os animais serão apresentados ao público no fim de janeiro, como símbolo da melhoria nas relações com a China nos últimos meses.

Pequim e Taipé estão separadas desde a guerra civil de 1949 entre os comunistas de Mao Tse-Tung e os nacionalistas, que se refugiaram na ilha ao fim do conflito.

Pequim considera Taiwan uma província rebelde que deve retornar à soberania do governo comunista.

Tuan Tuan e Yuan Yuan deixaram nesta terça-feira a reserva de Yan'an, na província de Sichuan para ser levados ao zoológico de Taipé.

Centenas de pessoas se reuniram para a despedida dos pandas, que são um símbolo do país.

Os pandas viajaram para Taiwan acompanhados de 20 especialistas e dois seguranças oficiais, que permanecerão dois meses com os animais.

O envio dos pandas, previsto desde 2006, só foi possível depois que o novo presidente taiwanês, Ma Ying-jeou, chegou ao poder este ano. Ele acabou com a política hostil a Pequim do antecessor, que defendia a independência do território.

    Leia tudo sobre: chinapandataiwan

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG