O panda gigante da China pode ser extinto em duas ou três gerações em consequência do rápido crescimento econômico em seu habitat, informa a imprensa oficial, que cita o World Wildlife Fund (WWF).

O grande problema é que o habitat dos pandas está sendo dividido em pequenos territórios, o que impede os animais de vagar livremente em busca de um par e isto afeta seu acervo genético, destaca o jornal Global Times.

"Se o panda não conseguir se acasalar com outros de outros habitats, pode enfrentar a extinção em duas ou três gerações", declarou Fan Zhiyong, diretor em Pequim do programa de espécies da associação dedicada à conservação da natureza.

O risco de endogamia cresce, o que ameaça reduzir a resistência do panda às doenças e sua capacidade de reprodução.

As estradas impõem uma considerãvel restrição à liberdade de movimento dos pandas.

"Pode ser que tenhamos que deixar de lado a construção de algumas infraestruturas. Não conheço outra solução para este problema", afirmou Zhiyong.

Há 1.590 pandas em liberdade na China, a maioria nas províncias de Sichuan (sudoeste), Shaanxi (norte) e Gansu (noroeste).

ph/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.