Panda desaparecido em terremoto é encontrada morto

Técnicos do centro de reprodução de pandas gigantes de Wolong enterraram na terça-feira uma panda gigante vítima do forte terremoto que abalou a província de Sichuan na China.

BBC Brasil |

A panda Mao Mao estava desaparecida desde o terremoto e foi descoberta na segunda-feira, informou a agência de notícias estatal Xinhua.

O animal foi encontrado no meio dos escombros com o corpo esmagado sob uma parede do cativeiro onde habitava, que desabou.

Mao Mao era uma panda gigante fêmea de nove anos de idade e mãe de cinco ursinhos.

Enterro

A equipe de profissionais veterinários se despediu da ursa com lágrimas nos olhos, nesta terça-feira.

No enterro estavam presentes o diretor do centro de reprodução, Zhang Hemin, e o criador de Mao Mao, He Changgui, que cuidava da panda há seis anos.

Em homenagem a Mao Mao, He depositou maçãs e pão sobre o caixão de madeira contendo os restos mortais dela. O grupo observou três minutos de silêncio.

Novo centro

A reserva onde funciona o centro foi bastante danificada pelo terremoto e cinco funcionários da equipe morreram na catástrofe.

O centro de reprodução da reserva Wolong é o maior e mais conhecido da China e fica dentro de um Parque Nacional homônimo que se localiza nas montanhas, ao norte de Chengdu, capital da província de Sichuan.

Para dar continuidade ao trabalho de preservação, o governo da China anunciou que pretende reconstruir o centro em outro lugar.

Ainda não foi determinada a exata localização, porém sabe-se que será também dentro do Parque Nacional de Wolong, que é abundante em bambus, o principal alimento dos pandas.

Antes do tremor, a reserva abrigava 64 pandas, mas vários ursos tiveram de ser removidos por questões de segurança para outras cidades e agora 48 animais ainda permanecem no local.

O panda que segue desaparecido se chama Xiao Xiao. Estima-se que cerca de 180 pandas vivam em cativeiro na China. Outros 1.600 estão em liberdade e podem ser encontrados principalmente nas províncias de Sichuan, Shaanxi e Gansu.

Leia mais sobre pandas

    Leia tudo sobre: pandas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG