Um total de 2,2 milhões de panamenhos comparecem às urnas neste domingo para eleger o presidente que governará o país nos próximos cinco anos, além de renovar o Congresso e as prefeituras do país.

Os locais de votação permanecerão abertos das 7H00 (9H00 de Brasília) às 16H00 (18H00).

Além do presidente, os panamenhos escolhem 71 deputados do Congresso, 20 do Parlamento CentroAmericano, 75 prefeitos e 630 vereadores.

Dois candidatos com estilos diferentes disputam a presidência na votação que acontece em apenas um turno: o empresário bilionário de direita Ricardo Martinelli, favorito nas pesquisas, e a socialdemocrata Balbina Herrera, ex-ministra da Habitação do atual governo.

Independente de quem assumir a presidência a partir de 1º de julho, não parece que vá ocorrer uma mudança de rumo na economia do país, uma das mais globalizadas do continente, junto com a chilena, e uma das mais bem sucedidas, com um crescimento médio nos últimos três anos de 9,7% e que este ano deve crescer entre 3 e 5%, apesar da crise financeira internacional.

af/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.