Panamá reforça medidas nos aeroportos contra gripe suína

Panamá, 27 abr (EFE).- O Panamá mantém uma taxa de resfriados normal e não registra qualquer caso suspeito de gripe suína, mas reforçou as medidas de segurança nos principais aeroportos do país, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

A ministra de Saúde panamenha, Rosario Turner, disse à imprensa que "o canal endêmico indica que a frequência ou a taxa de gripe (...) se encontra no canal esperado" e que não há "neste momento nenhum caso suspeito" de gripe suína.

No entanto, Turner indicou que "nenhum país pode dizer que está preparado porque este é um cenário que pode ser muito difícil".

Por isso, estão sendo planejadas ações para que no país haja "um cenário com o menor risco possível para a população e reduzir as possibilidades de contágio e de mortes", afirmou.

O primeiro vice-presidente e chanceler panamenho, Samuel Lewis Navarro, disse que a situação está sendo coordenada através da Organização Mundial da Saúde (OMS) e que o Panamá possui um manual de operações, coordenado pelo Ministério da Saúde, para enfrentar qualquer emergência. EFE fa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG