Panamá confirma 1ª morte pela gripe

Panamá, 20 jul (EFE).- As autoridades de saúde do Panamá confirmaram hoje que um bebê de 9 meses, vítima de complicações respiratórias, foi a primeira morte relacionada à gripe suína no país.

EFE |

O ministro da Saúde panamenho, Franklin Vergara, explicou a jornalistas que a criança tinha sido levada ainda em junho passado da comunidade de Antón, na província de Coclé, à capital panamenha por apresentar uma má-formação congênita, da qual foi operada.

Vergara indicou que "se tratava de um caso com fatores de risco", embora tenha admitido que nem o paciente nem seus parentes apresentavam sintomas relacionados com o vírus no momento da internação da criança, morta no domingo.

O Panamá confirmou 541 casos da gripe, dos quais 88% (476) receberam alta e os outros se encontram em observação.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE nes/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG