Palin promete defender liberdade dos EUA e Biden defende mudança

Saint Louis (EUA), 2 out (EFE).- A candidata republicana à Vice-Presidência dos Estados Unidos, Sarah Palin, se comprometeu hoje a defender a liberdade dos americanos se chegar à Casa Branca, enquanto seu rival democrata, Joe Biden, previu uma mudança fundamental na economia e política externa do país.

EFE |

"Lutaremos pela liberdade", disse Palin no encerramento do debate de hoje com Biden na Universidade George Washingtonm em Saint Louis, no estado do Missouri.

A governadora do Alasca insistiu durante suas palavras finais em que ela e seu companheiro de chapa, John McCain, defenderão a classe média do país.

Já Biden lembrou que estas são "as eleições mais importantes em toda sua vida".

O democrata insistiu em que existe a necessidade de uma "mudança fundamental" nos Estados Unidos, tanto na economia como na política externa, e se comprometeu a implementar essa mudança se o candidato presidencial democrata, Barack Obama, chegar à Casa Branca.

Biden disse que essa mudança não significa reduzir os impostos "das Exxon Mobil do mundo", em uma referência aos planos de McCain de cortar os impostos do setor empresarial.

O debate de hoje foi o primeiro e único entre os dois candidatos à Vice-Presidência para as eleições do dia 4 de novembro. EFE tb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG