Saturday Night Live e fica cara a cara com sua imitadora - Mundo - iG" /

Palin participa de Saturday Night Live e fica cara a cara com sua imitadora

Washington, 19 out (EFE).- A candidata republicana à Vice-Presidência dos Estados Unidos, Sarah Palin, se encheu de coragem ontem à noite e, fazendo alarde de seu humor, encontrou no programa noturno Saturday Night Live sua imitadora, a atriz Tina Fey.

EFE |

A aparição de Palin no programa da rede "NBC" era aguardada com muita expectativa, já que Fey fez seus milhões de telespectadores rirem com suas imitações da governadora do Alasca desde que ela foi nomeada candidata à Vice-Presidência para as eleições de 4 de novembro.

O programa, do qual também participaram os atores Mark Wahlberg e Alec Baldwin, começou com uma entrevista coletiva de Fey no papel de Palin.

O ator que fazia papel de seu porta-voz pediu aos jornalistas que não fizessem perguntas nem anotassem as respostas da candidata à Vice-Presidência, uma piada que se refere à "habilidade" de Palin de nunca responder diretamente o que a imprensa lhe pergunta.

Durante a entrevista coletiva fictícia, Fey, vestida com jaqueta, e usando os característicos óculos e o penteado de Palin, foi questionada por um jornalista sobre um recente discurso da governadora no qual falava de estados patrióticos.

"Isto significa que há estados antipatrióticos?", perguntou o jornalista, ao qual a personagem de Palin lhe respondeu com uma lista de estados que tradicionalmente votam nos democratas, e outros que são considerados estados fundamentais nas eleições e normalmente são republicanos.

Estes últimos estados "podem ser pró ou antiamericanos, é sua decisão", declarou a atriz.

A imitação de Fey, que, uma vez transformada em Palin, tem uma semelhança surpreendente com a governadora, consegue caracterizar a governadora com voz, sotaque e gestos muito parecidos.

A verdadeira Palin acompanhou a entrevista coletiva de sua personagem de outra parte dos estúdios junto com o produtor do programa, Lorne Michaels.

Wahlberg foi o primeiro a passar pelo local, mas nem percebeu a presença de Palin.

Depois, Baldwin apareceu para reclamar do conteúdo do programa com Michaels, que lhe advertiu que ele estava falando com a verdadeira Palin.

Surpreendido, o ator cumprimentou a governadora e foi correndo contar para Fey que a verdadeira Palin a estava observando de um televisor no estúdio. A atriz abandonou a entrevista coletiva e cedeu o cenário para a governadora do Alasca.

A verdadeira Palin subiu ao palanque e em poucas palavras, disse: "não vou responder nenhuma pergunta, mas vou aproveitar a oportunidade para dizer ao vivo de Nova York é 'Saturday Night Live'", frase que a cada sábado dá início ao programa. EFE cae/ab/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG