Palestinos expressam temor após reforço de segurança em campo libanês

Beirute, 24 ago (EFE).- As forças palestinas do campo de refugiados palestinos de Beddawi, no norte do Líbano, expressaram hoje seu temor pelo reforço das medidas segurança do Exército libanês nos arredores do campo.

EFE |

Em comunicado, essas forças expressaram sua surpresa pelo fato de que o reforço das medidas de segurança não foi coordenado com elas, e adverte os moradores do acampamento de Beddawi que não caiam em provocações.

Nas últimas 48 horas, unidades do Exército, com apoio de tanques, se mobilizaram no lugar conhecido como "colina militar", que depende do Frente Popular para a Libertação da Palestina-Comando Geral, informou hoje a imprensa libanesa.

Acredita-se que esta medida responde a versões de que poderia haver incidentes de segurança na cidade de Trípoli, onde a situação continua tensa, após os confrontos do ano passado entre grupos rivais.

Além disso, vários membros do Fatah al-Islam, grupo radical sunita que enfrentou o Exército no acampamento palestino próximo ao de Nahr al-Bared, em 2007, se refugiaram em Beddawi e muitos deles foram entregues às forças de segurança libanesas pelos palestinos, segundo o jornal digital "Naharnet".

O comunicado das forças palestinas expressa seu temor que possa surgir um conflito entre o Exército e os residentes de ++Bedawi++ e lhes insta a não cair na armadilha.

Também pede ao Governo libanês para acelerar a reconstrução de Nahr al-Bared, que está parcialmente destruído por causa do conflito armado de 2007. EFE ks/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG